Você sabia que a multa de farol baixo nas estradas mudou? Fique atento

Você sabia que a multa de farol baixo nas estradas mudou? Fique atento

Neste artigo vamos falar sobre a nova lei de trânsito e seus impactos na sua vida como motorista. Iremos focar no assunto do momento, que é a multa por não usar farol baixo nas estradas.

Trata-se de uma nova regra que começa a valer po próximo dia 12 de abril e que você precisa conhecer. Por isso continue lendo esse artigo onde você vai entender o que mudou sobre o uso do farol baixo durante o dia.

Além disso, ainda iremos comentar a respeito de uma novidade que chega ao CTB, que são as luzes de Rodagem de diurnas.

Uso do farol baixo durante o dia o que mudou?

 A Lei 14071 de 2020 traz uma mudança sobre o uso do farol baixo durante o dia ao CTB, essa mudança está determinada no artigo 40 do Código de Trânsito que trata do uso do Farol nas estradas e rodovias.

Ainda na regra antiga a lei obrigava os motoristas a manter a luz baixa do veículo acesa durante o dia, e durante a noite em rodovias e túneis com iluminação pública.

Essa determinação foi adicionada ao código em 2016 e gerou muita polêmica, além do grande número de motoristas multados. Mas segundo a nova lei de trânsito, o uso do farol baixo durante o dia será necessário apenas em túneis e dias de chuva ou neblina com serração.

No período noturno a obrigatoriedade segue válida em todas as situações, mas nem todas! Uma dessas regras vale para os veículos de transporte de passageiros, que deverão circular com a luz baixa no período do dia.

Também se aplica se for a noite, nas pistas destinadas a eles onde o mesmo é válido para motocicletas, motonetas e ciclomotores que deverão estar sempre com os faróis baixos acesos.

Além disso os veículos que ainda não possuem luzes de rodagem diurna, também precisarão manter o farol baixo aceso em pista simples, isso fora do perímetro urbano.

O que muda na multa de farol baixo para o condutor?

No caso de motoristas que até então dirigiam com o farol baixo apagado nas rodovias durante o dia, seria multado e receberia uma multa média que é infração prevista no artigo 250 do CTB.

Nesse caso seria gerado uma multa de R$ 130 reais e dezesseis centavos, além de adicionar quatro pontos a CNH do condutor. A partir de agora ela será aplicada apenas nos casos de proibição específicas sobre os quais falamos antes.

Outro ponto que chama atenção dentro do tema, seria sobre a menção de luzes de rodagem diurna, que são novos equipamentos obrigatórios dos veículos.

Qual o objetivo do uso da luz de rodagem em veículos?

Conforme a mudança feita pela nova lei no artigo 105 do código, o objetivo dessa tecnologia é manter o veículo sempre visível sem precisar usar os faróis durante o dia.

A luz de rodagem já vem em modelos de veículos mais recentes, o equipamento deverá ser incorporado aos veículos de forma gradativa, seguindo as determinações do Conselho Nacional de Trânsito na resolução 667 de 2017 do contran.

Existe uma previsão para que todos os veículos fabricados a partir de 2023 venham com essas luzes. Elas desobrigam o motorista de manter o farol baixo aceso de dia nas vias fora do perímetro urbano. Sendo assim, aumentaria a segurança no trânsito e evitando multas para os motoristas.

O seu veículo já conta com essa tecnologia? Se ainda não, lembre-se de usar o farol baixo fora de áreas urbanas e quando a visibilidade estiver comprometida, mesmo durante o dia.

Fonte: https://noticiageral.com – com informações de Mixrondonia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *